Palavra da

VIDA

"... e as nossas mãos tocaram da Palavra da vida"

1 JOÃO 1:1
INÍCIO

OUTUBRO 14 - 21

Referência Bíblica

DIA 14 - ​​Isaías 43-44; 1 Tessalonicenses 2
DIA 15 - ​​Isaías 45-46; 1 Tessalonicenses 3
DIA 16 - ​Isaías 47-49; 1 Tessalonicenses 4
DIA 17 - ​​​Isaías 50-52; 1 Tessalonicenses 5
DIA 18 - ​Isaías 53-55; 2 Tessalonicenses 1
DIA 19 - ​​​Isaías 56-58; 2 Tessalonicenses 2
DIA 20 - ​Isaías 59-61; 2 Tessalonicenses 3
DIA 21 - ​​Isaías 62-64; 1 Timóteo 1

Meio do mês de outubro, e continuamos neste desafio da leitura da Palavra.

O devocional desta semana fala-nos de gratidão, e deixamos o desafio de, todos os dias, independentemente das circunstâncias, nunca se deitar sem agradecer por, pelo menos, 5 coisas que sucedem na sua vida. Lembre-se do ar que respira, da vida que disfruta, dos sonhos e projetos futuros, do pão na mesa… lembre-se que não conseguimos apagar o passado, mas podemos fazer boas escolhas no presente para dar sentido ao futuro.

Esta passagem que deixamos no devocional desta semana, faz-nos rever como tantas vezes podemos ser ingratos e, ainda que não o façamos conscientes de estar a fazer algo errado, podemos perder a bênção maior que Deus tem para nós. Estes homens receberam a cura, mas um só recebeu a vida eterna!

Que a falta de gratidão não ocupe o nosso coração e nos feche os olhos para a realidade do poder que há no agradecimento! 


DEVOCIONAL DA SEMANA:  DEZ LEPROSOS SÃO CURADOS

“Obrigado”. Uma das palavras mais poderosas e impactantes no nosso vocabulário. Facilmente caminhamos pela vida sem parar para refletir sobre o que nos acontece e agradecer. Frequentemente passamos por empregados de balcão, vendedores, motoristas, e seguimos em frente, rapidamente, sem diminuir o ritmo para lhes dizer um “muito obrigado”.

A Palavra de Deus mostra-nos que este não é um problema da cultura contemporânea, mas já era uma questão existente para as pessoas nos dias de Jesus. Aparentemente, as pessoas também estavam sempre apressadas para ir e vir nos tempos antigos.

A passagem de hoje é registada apenas por Lucas, que narra uma ocasião em que Jesus chegou a Jerusalém. Ele entra num determinado lugar, e dez homens leprosos, que estavam a certa distância, clamam pela misericórdia do Senhor. Em resposta, Jesus diz-lhes para irem e se apresentarem aos sacerdotes. Na época, o sacerdote emitia um documento oficial, uma espécie de certificado afirmando que estavam livres da doença e puros novamente. Isso permitia que eles voltassem para as suas casas e pudessem viver em sociedade novamente.

Jesus não curou os homens no momento em que eles pediram. Eles foram curados no caminho. Ao seguirem e obedecerem às palavras de Jesus, eles foram purificados da sua lepra. Coloque-se no lugar deles e imagine o seu espanto e alegria ao olhar para a sua pele e de repente ela estar limpa e perfeita. Isso era simplesmente impossível sem o poder de Deus!

E, ainda assim, apenas um desses dez voltou e agradeceu ao Senhor. Jesus mudou completamente, sobrenaturalmente e maravilhosamente dez vidas, mas apenas uma pessoa voltou para lhe agradecer. Dez pessoas tiveram a mesma experiência, mas uma respondeu de forma diferente das demais. 

Os outros nove homens curados continuaram a desfrutar da bênção que receberam, mas não voltaram para expressar a sua gratidão a quem os curou. Ao perceber isso, facilmente desprezamos esses nove homens, mas nós poderíamos ter feito a mesma coisa no lugar deles. Possivelmente eles ficaram tão entusiasmados por terem sido curados e recebido o certificado de libertação, e por poderem ver as suas famílias novamente, que mal podiam esperar para ir para casa!

No entanto, voltar para agradecer a Jesus teria sido muito mais que uma atitude de gratidão, eles teriam sido alcançados pela graça imerecida de Deus que dá a vida eterna. Que nós possamos aprender com essa passagem, e lembrar que sempre devemos reconhecer e louvar o autor das nossas bênçãos. 

Retirado de Glorify App